Porque Mongodb pode ser útil para o profissional Front-end?

Este é o primeiro post do ano e também o primeiro que não esta ligado ao desenvolvimento front-end aparentemente, digo isso por que apesar de banco de dados estar longe da realidade do front-end, o Mongodb esta muito próximo, e sabe porque?

A resposta é JavaScript!

O Mongodb é um banco de dados baseado em documento, para nós JSON, e o que usamos para interagir com ele é JavaScript além disso é um projeto Open Source, altamente escalável, muito rápido e moderno.

Fora tudo isso, desde o seu surgimento em 2007, já se tornou muito popular.

Sem entrar em mais detalhes técnicos vamos direto ao que interessa, código. Mais informações você encontra em Mongodb.

Se ainda não tem o Mongodb na sua maquina, faça o download em aqui, escolha a versão correta para seu sistema aqui.

Nota: é recomendado utiliza-lo em maquinas de 64bits por uma questão de performance e memória.

Instalação

Depois de baixar, coloque a pasta descompactada na raiz do seu sitema e crie uma pasta com o nome de data, dentro dela crie outra pasta com o nome db.

Neste exemplo vou utilizar uma maquina com windows 7, mas os passos são quase os mesmos.

Vamos checar se esta tudo certo, abra o terminal e navegue até a pasta raiz onde esta a pasta mongodb, no meu caso é o C:.

	C:\>cd mongodb
	C:\>mongodb>cd bin
	C:\>mongodb>cd bin>mongod.exe

Os comandos acima vão iniciar o Mongodb, conforme a figura abaixo:

cmd mongodb

Repita os passos acima e desta vez utilize o comando mongo.exe:

	C:\>cd mongodb
	C:\>mongodb>cd bin
	C:\>mongodb>cd bin>mongo.exe

Os comandos acima iniciam o shell do Mongodb, conforme a figura abaixo:

cmd mongodb

Agora sim já podemos iniciar nossa brincadeira, como não especificamos nenhum base de dados ainda, note que o shell inicia o Mongodb em uma base chamada test, você pode usa-la para estes exercicios básicos, entretanto vamos criar uma nova base para pegarmos alguma intimidade com o Mongodb.

No cmd digite:

	C:\>use novodb

Desta maneira criamos nossa nova base chamada novodb como podemos ver na imagem abaixo:

cmd mongodb

Note que não foi usado nenhum comando além do use para criarmos nossa base, tão pouco precisamos executar algum comando para fazer a troca do test para novodb.

HELP

Um comando muito útil é o help, faça um teste e digite em seu terminal:

	C:\>db.novodb.help()

Este comando é uma ótima maneira de aprendermos um pouco mais sobre Mongodb, ai estão todos os comandos que podemos utilizar em nossas consultas e ações no banco.

cmd mongodb

O comando help() pode ser utilizado tanto em base de dados como em coleções.

CRUD

Como base de dados e coleções são criadas no momento em que executamos um comando, digite ai no seu terminal:

	C:\>db.bandas.insert({banda: "Metallica"})
	C:\>db.bandas.insert({banda: "Slayer"})

Com isso criamos a coleção bandas e também inserimos dois registros em nossa coleção.

Note que executamos duas vezes o comando, mas poderiamos ter feito em apenas um único JSON.

O comando abaixo serve para recuperarmos o que foi inserido, uma tipo de SELECT * FROM em bancos relacionais, mas muito mais simple:

	C:\>db.bandas.find()

Na imagem abaixo, podemos visualizar o resultado do comando, para toda inserção no banco o Mongodb cria um Object_ID para ele, em seguida execute o camando:

	C:\>show collections

Agora podemos ver a coleção chamada bandas também criada.

cmd mongodb

Logo abaixo da coleção temos o system.indexes, que veremos em uma outra oportunidade.

Para retornar um dado especifico, podemos utilizar o comando:

	C:\>db.bandas.find({banda: "Metallica"})

Para atualizar:

	C:\>db.bandas.update({banda: "Metallica"}, {$set: {estilo: "Thrash Metal"}})

Aqui atualizamos a banda e incluimos mais um campo, o estilo. Caso seja necessario remove-lo podemos utilizar o seguinte comando:

	C:\>db.bandas.update({banda: "Metallica"}, {$unset: {estilo: 1}})

E finalmente o DELETE com:

	C:\>db.bandas.remove({banda: "Metallica"})

Note que o comando remove(), não remove a coleção bandas, apenas o registro Metallica.

Se a intenção for deletar a coleção inteira, utilize:

	C:\>db.bandas.drop()

Lembre-se sempre de utilizar o comando Help(), para base de dados e coleções, ele sempre é útil. Com isso, finalizamos o básico, mas você já tem um rumo a seguir, pesquise por coisas como indexes, explain(), BSON, drivers e por ai vai.

comments powered by Disqus